Melanoma: Câncer de Pele

O câncer da pele responde por 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, sendo que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra, a cada ano, cerca de 180 mil novos casos.


O tipo mais comum, o câncer da pele não melanoma, tem letalidade baixa, porém, seus números são muito altos. A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Essas células se dispõem formando camadas e, de acordo com as que forem afetadas, são definidos os diferentes tipos de câncer.


Os mais comuns são os carcinomas basocelulares e os espinocelulares. Mais raro e letal que os carcinomas, o melanoma é o tipo mais agressivo de câncer da pele.




TRATAMENTOS


A maior parte dos canceres de pele são curáveis, especialmente se estiverem em estágio inicial.

Por isso, o fundamental é consultar seu dermatologista regularmente ( 1x por ano), para um exame físico do tegumento cutâneo, ou o mais precoce possível.Caso perceba o surgimento na sua pele um sinal novo ou algum tenha se modicado ( mudança de cor, aumento de tamanho, sinal que passou a sangrar).


Para saber mais sobre melanoma e câncer de pele, agende sua consulta através do site: www.cristinalugin.com.br/agendamento

Siga sempre os tratamentos indicados pelo seu médico dermatologista.

⠀⠀⠀⠀

📍 Rua Luciana de Abreu, 471 - sala 702 - Porto Alegre, RS - ☎ (51) 3225-4043

© 2019 por Dap7 | Marketing de Resultado.